Gestão de Pessoas

Planejamento de RH: por que você deve montar um?

Tempo de leitura: 7 min
Powered by Rock Convert

Rotina ou estratégia? Essa é uma pergunta curta e simples, mas que define a forma como o profissional e a empresa enxergam o setor de Recursos Humanos de uma organização. O fato é: essa é uma área essencial para o sucesso de um negócio. Por isso, ela deve estabelecer uma tática para alcançar seus objetivos. Isso acontece por meio de um planejamento de RH.

E a sua empresa, já tem esse planejamento? Neste post, vamos falar sobre a importância dele e o que levar em consideração para elaborá-lo. Então, traremos algumas dicas de como cumpri-lo. Quer saber mais? Continue a leitura.

Por que elaborar um planejamento de RH

Vale a pena destacar que entendemos que o setor de RH é uma área estratégica da companhia. Portanto, embora a gestão desse departamento envolva uma série de processos e rotinas, seu papel vai muito além disso. Sua função não é apenas gerenciar folha de pagamento e benefícios, ou cuidar de contratações e demissões. 

A principal atribuição do RH é alinhar o quadro de colaboradores aos objetivos estratégicos da empresa. Trata-se de um setor essencialmente voltado para uma visão futura. As principais ações para alcançar esse resultado estão relacionadas à contratação, qualificação e gestão de pessoas, conforme descritas a seguir.

Contratação

É papel do RH definir a quantidade de colaboradores necessários para atingir os objetivos estratégicos da empresa, bem como a qualificação de cada um deles. Ele também deve garantir que os contratados tenham o perfil adequado para o exercício da função. Isso inclui aspectos técnicos e comportamentais, conforme a cultura organizacional.

Qualificação

Cabe ao RH criar iniciativas que tornem o quadro de colaboradores cada vez mais qualificado, seja por meio de treinamentos ou ações de desenvolvimento. Entre essas, destacamos a atuação dos líderes de setores, que podem exercer uma espécie de mentoria. Dessa forma, cada projeto é uma oportunidade para orientar os funcionários e estimular o aperfeiçoamento de competências.

Gestão de pessoas

Trata-se da maneira como o setor de RH cuida das pessoas que trabalham na empresa, garantindo seu alinhamento aos objetivos da organização. Envolve a gestão de carreiras, salários e benefícios. Também prevê o desenvolvimento e a retenção de talentos, além da melhor alocação possível para atingir as metas do negócio.

Também estão previstas campanhas de comunicação interna, análise do clima organizacional, avaliações de desempenho, entre outras ações. Elas visam apurar os resultados individuais e coletivos para embasar a criação de projetos para melhorar as condições de trabalho e aumentar a produtividade.

Portanto, o setor de RH não pode pensar apenas nas rotinas que tem a cumprir. Ele precisa criar um planejamento no qual essas ações sejam orientadas de acordo com as metas que a empresa estabeleceu para o ano seguinte. Isso vai contribuir de forma decisiva para que o negócio aumente sua lucratividade.

Como criar um planejamento de RH

Depois de entender a importância desse plano, é fundamental conhecer os aspectos que devem ser considerados nessa elaboração. Fizemos uma seleção dos mais importantes. Veja quais são!

Avalie a situação atual

Antes de começar o planejamento, é fundamental entender qual é a situação atual da empresa. Faça um levantamento do clima organizacional, do engajamento dos funcionários e das necessidades dos departamentos. Crie formulários de pesquisa, converse com gestores e colaboradores. Entenda quais são os fatores que impedem as equipes de alcançarem o nível de produtividade desejado.

Verifique o orçamento

Praticamente tudo que acontece em um negócio depende de recursos financeiros. Por isso, verifique o valor destinado ao setor de RH no ano anterior. Então, faça uma estimativa do aumento natural desses custos e de quanto terá disponível para criar projetos adicionais. Caso seja necessário captar mais dinheiro, comece a reunir dados e argumentos para provar como suas ações trarão o retorno que a empresa deseja.

Planeje contratações e alocações

É natural que o plano das empresas seja crescer. Porém, na maioria das vezes elas precisam contratar um número maior de funcionários para atender essa demanda. Analise seu quadro de colaboradores atual, veja se existe a possibilidade de realocar alguns deles para aproveitá-los melhor. Se não for possível, planeje contratações a fim de suprir essas necessidades.

Programe capacitações

Além de contratar, a empresa pode crescer conforme aumenta a capacidade de seus colaboradores para produzirem mais e melhor. Isso se faz por meio de capacitações. Identifique as ações prioritárias a partir da avaliação do desempenho dos funcionários. Comece com iniciativas que causam maior impacto no curto e médio prazo. 

Dê atenção aos planos de carreira

Poucas situações motivam tanto um colaborador quanto a percepção de que os planos da empresa são compatíveis com seu próprio desejo de crescimento na carreira. Investir na criação de planos transparentes faz com que essas pessoas alinhem seus objetivos aos do negócio. Dessa forma, elas se sentem inspiradas a realizar seus maiores esforços.

Promova a satisfação dos colaboradores

Nem sempre é necessário recorrer ao seu orçamento para aumentar a produtividade dos colaboradores. Seu setor pode criar campanhas para melhorar a qualidade de vida dos funcionários e o clima no ambiente de trabalho. A satisfação deles com experiência proporcionada pela empresa (employee experience) também pode produzir resultados extraordinários. 

Como cumprir seu planejamento de RH

O principal desafio das empresas não é elaborar planos, mas garantir seu cumprimento. Com o setor de RH, a realidade é a mesma. Por isso, existem duas ações essenciais para colocá-lo em prática. A primeira é criar um cronograma de implementação.

A experiência mostra que as chances de cumprir um planejamento são maiores quando ele prevê a implementação progressiva. Não é necessário colocar todas as ideias em andamento no primeiro mês. Isso pode acontecer aos poucos, com o tempo necessário para realizar, avaliar, corrigir a rota e principalmente permitir a adaptação do grupo.

Portanto, divida seu plano em etapas. Faça um calendário anual e organize as ações mês a mês. Selecione aquelas que são realmente prioritárias e programe-as para o início do ano. Distribua as outras no restante do período, mostrando quando cada uma delas será colocada em prática. 

O cronograma é importante porque ajuda você e seu setor a se organizarem. Além disso, outros departamentos também conseguem se adaptar para acompanhá-lo, evitando contratempos relacionados à execução dos planos. Outro benefício é dar o tempo necessário para que as ações prévias sejam realizadas com tranquilidade.

Finalmente, acompanhe cada etapa do processo. Estabeleça métricas para avaliar o sucesso de suas ações de forma objetiva. Colete dados por meio de formulários anônimos, converse com colaboradores e líderes de cada setor. Dessa forma, você conseguirá saber quais são as iniciativas que alcançaram o resultado esperado, bem como as que precisam ser revistas e adaptadas.

Elaborar o planejamento de RH é fundamental para tornar esse setor realmente estratégico. Ainda que essa não seja uma ação comum em algumas empresas, realizá-la pode garantir excelentes resultados, contribuindo para torná-la mais lucrativa e competitiva.

Gostou do post? Quer conferir outras dicas para potencializar as ações do RH? Continue aqui no blog e entenda como a tecnologia pode auxiliar na gestão de pessoas

Powered by Rock Convert
Banner Sesi Viva MaisPowered by Rock Convert