Gestão de Pessoas

Gestão de risco na indústria: como otimizar?

Tempo de leitura: 3 min
Powered by Rock Convert

A gestão de riscos na indústria consiste no processo de planejamento e aplicação de todos os recursos necessários para reduzir os impactos negativos e elevar os positivos na empresa.

A definição técnica de risco, de acordo com a ISO 9001:2015, mostra que ele pode ser resultado da incerteza de objetivos e procedimentos para realizar determinadas atividades dentro da organização.

Portanto, neste conteúdo, mostraremos algumas das melhores práticas para otimizar a gestão de risco na indústria. Quer saber mais sobre o assunto? Então acompanhe a leitura deste artigo!

Identifique os riscos

A primeira etapa em uma estratégia de gestão de risco na indústria é identificar quais são os possíveis riscos que podem ocorrer no contexto no qual a empresa está inserida.

Para isso, existem diversas técnicas que variam desde análises de processos, passando por brainstormings e análises de mercado (SWOT) até entrevistas anônimas.

Devem ser considerados tanto os riscos internos quanto os externos à empresa, procurando sempre detalhá-los da melhor maneira possível, para que todas as variáveis envolvidas sejam entendidas.

Faça uma análise

A etapa posterior consiste em estimar os riscos identificados e categorizados com base em sua probabilidade e impacto. Esse tipo de estimativa pode ser realizado de modo quantitativo ou qualitativo, servindo para que os gestores analisem e priorizem os ricos.

Dessa forma, é possível tomar as melhores decisões para cada risco identificado. Por exemplo, um risco de alta probabilidade e médio impacto merece mais atenção do que um de baixa probabilidade e leve impacto.

Trate os riscos

Após analisar e categorizar o nível de prioridade dos riscos identificados na indústria, é hora de tratá-los adequadamente. Para isso, deve ser definida uma abordagem para cada problema.

Esse processo exigirá uma análise de aceitabilidade de riscos, podendo requerer um plano de ações preventivas, redutivas ou transferíveis de acordo com o tipo de risco.

Monitore-os

Por fim, uma gestão de risco só estará completa se tudo for acompanhado corretamente. A etapa final consiste em monitorar os riscos identificados, incluindo aqueles que não puderam ser resolvidos de antemão.

A finalidade é manter seu plano de gestão de riscos sempre atualizado, afinal, essa é uma das áreas mais importantes para qualquer empresa, principalmente do setor industrial, que lida com procedimentos complexos e riscos dos mais variados tipos todos os dias.

No papel de empreendedor responsável pela organização, se você não pretende que esse tipo de erro ocorra em sua empresa, é importante investir o mais rápido que puder na devida qualificação para gerir melhor o seu negócio.

Considere se especializar em gestão, por exemplo, para ampliar a sua perspectiva não apenas sobre os riscos, mas também sobre toda sorte de processos fundamentais para a saúde da sua indústria.

Como você pôde conferir neste artigo, a gestão de riscos é um conjunto de processos fundamentais para o bom funcionamento de uma organização do setor industrial.

Gostou do artigo sobre como otimizar a gestão de risco na indústria? Conhece alguém que se interessaria pelo assunto? Então não deixe de compartilhar este conteúdo com seus amigos nas redes sociais!

Powered by Rock Convert
Banner Sesi Viva MaisPowered by Rock Convert