Abril Verde Gestão de Pessoas

Cardápio de almoço: entenda como otimizar o refeitório da empresa

Tempo de leitura: 6 min
Powered by Rock Convert

Manter um refeitório na empresa, além de facilitar o dia a dia do colaborador e agilizar os processos de produção da organização, é uma ótima oportunidade de socialização entre os funcionários e pode ajudar até mesmo no clima organizacional.

Contudo, sabemos que existem muitos desafios na hora de servir o cardápio, já que nem todos podem se alimentar das mesmas refeições, pois apresentam restrições alimentares. Além disso, montar um menu variado e saudável todos os dias também não é uma missão fácil.

Você sabe como elaborar um cardápio de almoço atrativo e nutricional para sua equipe de trabalho? Continue lendo nosso post e fique por dentro das 6 dicas mais relevantes que vão otimizar o refeitório da sua empresa.

1. Conte com a ajuda de profissionais capacitados

Essa dica pode parecer óbvia para alguns, mas nem tão evidente para outros. Por isso nós a trouxemos e fizemos questão de que fosse a primeira delas.

Contar com ajuda de bons chefes de cozinha e de auxiliares eficientes é indispensável para que o refeitório de sua empresa funcione bem e ofereça uma alimentação de qualidade aos seus funcionários. Contudo, isso não é suficiente. É indispensável que você disponha de um nutricionista para elaborar e melhorar continuamente a qualidade do/no preparo dos alimentos.

Além disso, é fundamental ter uma equipe bem treinada, desenvolvida e entrosada. Isso não apenas potencializa o funcionamento do refeitório da sua empresa, como também oferece aos seus funcionários, um cardápio de almoço com opções de alimentos saudáveis, bem preparados e saborosos.

2. Avalie as necessidades calóricas com seu nutricionista

Conforme varia a atividade exercida, varia também a necessidade de consumo de calorias durante o dia. A dieta de um colaborador da área administrativa certamente não será a mesma de outro que exerce funções que exigem mais esforço físico, por exemplo.

Assim, a presença do nutricionista não apenas vai ajudar sua empresa a elaborar um cardápio de almoço nutritivo e saudável, como também vai reunir condições para que seu refeitório ofereça opções diferentes de alimentos a fim de atender às demandas, que não são as mesmas para todas as pessoas.

Saiba que isso vai influenciar positivamente na produtividade da sua empresa, pois, uma vez que as carências calóricas forem supridas e seu funcionário se sentir apto e disposto a executar as funções que lhe são atribuídas, a tendência é que ele desempenhe suas obrigações mais empenhado.

3. Surpreenda com um cardápio diferente em dias específicos

Se sua empresa oferece a opção de um refeitório, é muito provável que ela conte com um número significativo de empregados e, consequentemente, tende a reunir uma diversidade de culturas, gostos e até mesmo etnias também razoáveis, não é verdade? Então que tal fazer disso um motivo para surpreender seus colaboradores com cardápios de almoço temáticos, para que eles se sintam respeitados e valorizados no ambiente de trabalho?

Sua empresa pode fugir da rotina e oferecer menus diferenciados em datas comemorativas, promover festas de países e regiões com cardápios típicos, oferecer pratos quentes no período do inverno e pratos mais leves e refrescantes em épocas do ano em que o calor prevalece.

Se você considerar que muitos funcionários passam a maior parte de tempo diário no local de trabalho e que o horário de almoço é um momento muito esperado pela maioria deles — que acabam fazendo dessa hora um momento de descontração —, inovar com a promoção de festivais também é uma boa! Além de mudar o cardápio, é uma ótima oportunidade de fazê-los interagir ainda mais.

4. Ofereça sobremesas e reduza o consumo de açúcar e sal

Você pode estimular seus funcionários e adotar uma alimentação saudável, oferecendo como sobremesa frutas e/ou receitas à base de ingredientes mais naturais e funcionais. Funcionários saudáveis tender a ser mais produtivos e dispostos.

Além disso, planeje um cardápio de almoço com o consumo de sal e açúcar reduzidos. O excesso de sal pode aumentar a pressão arterial, reter líquidos corporais etc., e o consumo de açúcar em demasiado pode comprometer funções do pâncreas, causar diabetes, dentre inúmeros outros problemas.

Lembre-se de que toda e qualquer doença afeta diretamente na qualidade de vida do seu funcionário e, consequentemente, na dinâmica de funcionamento da sua empresa.  

5. Otimize suas despesas

Defina seu cardápio de almoço e a ficha técnica de preparação previamente e otimize suas compras por meio de um planejamento bem elaborado. Controle e mantenha atualizado o seu estoque para não perder produtos nem comprar outros que não necessários.

É importante também verificar periodicamente os prazos de validade dos produtos que mantêm na despesa do seu refeitório. Além de evitar desperdícios, você evita contratempos desnecessários junto à fiscalização e ao seu público — que pode sofrer com algum tipo de intoxicação ao ingerir alimentos que porventura estejam vencidos.

6. Planeje sua produção

Você não vai conseguir evitar prejuízos se não tiver um planejamento muito bem definido e elaborado. Por meio da ficha técnica dos produtos, avalie quais alimentos são mais ou menos consumidos e procure utilizar todas as partes possíveis dos seus insumos.

Seja estratégico e prefira, quando possível, alimentos com maior prazo de duração; evite cardápios amplos demais e opte por alimentos de menor custo e maior valor agregado — dando preferência aos que podem ser reaproveitados, caso sobrem.

Atente-se ainda aos consumos de energia e água que podem reduzir consideravelmente seus custos. Além disso, o uso consciente desses recursos agrega valor à sua empresa, por meio da adoção de práticas de consumo sustentáveis.

Por fim, é importante ressaltar que manter um refeitório na empresa tem vantagens tanto para o empregador quanto para o empregado.

Para a empresa, os principais benefícios são:

  • maior controle sobre a equipe de trabalho, porque evita a dispersão dos funcionários no horário de almoço;
  • redução do tempo de deslocamento que resulta em maior assiduidade e produtividade;
  • promove a interação e fortalece relações interpessoais ao promover um momento a mais de socialização;
  • benefícios do Programa de Alimentação do Trabalhador (PAT).

Já para o empregado:

  • reduz custos;
  • otimiza tempo;
  • garante uma alimentação diária saudável.

Agora que já está por dentro das nossas dicas sobre como elaborar um cardápio de almoço, otimizando o refeitório da sua empresa, que tal continuar acessando conteúdo relevante para ajudá-lo na administração diária da organização que faz parte?

Nós do Sistema FIERGS podemos ajudar com ações e soluções capazes de alavancar seu negócio, especialmente no que se refere às práticas de relacionamento com seu colaborador. Quer saber como? Entre em contato conosco e descubra!

Banner Sesi Viva MaisPowered by Rock Convert