Gestão de Pessoas

Capacitação de funcionários: como promover visando a Indústria 4.0?

Tempo de leitura: 6 min
Powered by Rock Convert

Conforme a Indústria 4.0 se torna uma realidade cada vez mais presente no mundo moderno, aumenta o medo que o profissional tem de ser substituído por uma máquina e perder o emprego.

Mas isso não precisa ser verdade. Uma das principais medidas para evitar esse panorama de redução de trabalho é investir na capacitação de funcionários com foco na manufatura avançada, ou seja, a Indústria 4.0.

Neste conteúdo, vamos abordar uma série de aspectos que você precisa conhecer sobre a capacitação profissional no contexto moderno e como aplicá-la na empresa. Quer entender melhor o assunto? Então acompanhe a leitura e confira!

A Indústria 4.0 pode tirar o emprego das pessoas?

Segundo um levantamento realizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), a resposta é: não! A realidade é que há um otimismo generalizado em cima desse assunto, pois há uma previsão de 3% de crescimento no setor (o maior visto desde 2011), resultando em uma queda de cerca de 11,8% na taxa de desemprego na indústria.

Em outras palavras, a perda de emprego não está prevista no caminho da Indústria 4.0, mas, ao contrário, a geração de novas oportunidades no mercado — desde que os profissionais acompanhem as mudanças e mantenham suas capacitações atualizadas.

Como trabalhar a capacitação de funcionários com foco na Indústria 4.0?

Por ser uma ramificação da indústria que evolui diariamente a partir da tecnologia, os profissionais que atuarão no segmento precisam ter suas competências técnicas aprimoradas.

Ou seja, devem saber operar tecnologias variadas, investir em seus conhecimentos na área de Tecnologia da Informação e Comunicação, além de outros aspectos pertinentes. A seguir, mostraremos as melhores práticas para capacitar os colaboradores visando a manufatura avançada.

Crie um programa de desenvolvimento constante

O profissional da Indústria 4.0 deve ter uma visão técnica bastante ampla, e isso é resultado do desenvolvimento multidisciplinar e constante. Além disso, é importante que ele tenha um olhar sistêmico sobre os processos.

Isso significa que a empresa inserida nesse contexto deve investir em programas que visem reciclar os conhecimentos dos funcionários e ensiná-los coisas novas todos os dias.

Afinal, manter uma empresa moderna do setor industrial é uma tarefa que exigirá habilidades em elétrica, mecânica, engenharia e automação, entre tantas outras áreas.

O que queremos dizer é que o funcionário da Indústria 4.0 deve estar sempre preparado para trabalhar com sistemas integrados, máquinas que têm processos mais complexos e outros assuntos que exigirão capacitação técnica avançada.

Considere implementar um programa de treinamentos e workshops para desenvolver as habilidades e competências dos profissionais em relação à Indústria 4.0. É imprescindível que os colaboradores entendam o funcionamento das máquinas e saibam interpretar e compilar os dados acessíveis por cloud computing.

Invista na capacidade socioemocional dos colaboradores

Como mencionamos no tópico anterior, a formação industrial é indispensável para que um profissional atue neste setor, não é verdade? Entretanto, as competências socioemocionais também têm um papel fundamental nesse contexto, e isso é importante tanto para os colaboradores do chão de fábrica quanto para os gestores da companhia.

Por competências socioemocionais a serem desenvolvidas na capacitação de funcionários para a Indústria 4.0, abrangemos aspectos como:

  • habilidade para trabalhar em equipe;
  • espírito colaborativo;
  • vontade de aprender novas habilidades e desenvolver as antigas;
  • orientação à comunicação, inovação e capacidade de solucionar problemas complexos.

Entre outras características que devem integrar o perfil de um profissional apto a exercer suas funções na Indústria 4.0.

Incentive a capacidade de adaptação

Um dos aspectos mais marcantes em relação à chegada da Indústria 4.0 é o fato de que o mundo moderno exige constante adaptação. Isso significa que, se o profissional não estiver acostumado ou disposto a lidar com a forte presença de mudanças no ambiente operacional, ele tende a se tornar obsoleto.

O que queremos dizer é que o conceito de Indústria 4.0 nasceu justamente da necessidade de adaptação. Ou seja, são inestimáveis os benefícios que a flexibilidade pode oferecer quando aliada à tecnologia.

As fábricas que atuam com a Indústria 4.0 contam com equipamentos e ferramentas que emitem dados sobre o seu próprio ciclo de vida e a respeito das operações que realizam. 

Se antes os funcionários trabalhavam com maquinários que somente recebiam ordens emitidas por um sistema, hoje podemos afirmar que já existem máquinas capazes de gerar informações a respeito da necessidade de realizar manutenções preventivas e até mesmo sobre o índice de produtividade das operações.

O fato de essas informações serem reportadas diretamente a um sistema mobile e integrado a um servidor na nuvem é um dos motivos pelos quais os funcionários da Indústria 4.0 precisam se acostumar à inovação e adaptação constante. 

Busque parcerias

Por falar em renovação de habilidades e busca por novos conhecimentos, considere utilizar o Sistema FIERGS para realizar parcerias benéficas para a capacitação de funcionários na Indústria 4.0.

O fato de ainda não existirem muitos cursos e formações na área da Indústria 4.0 faz com que parcerias possibilitadas pelo sistema aconteçam como uma espécie de troca de favores, na qual empresários e profissionais da indústria trocam conhecimentos e serviços.

O Sistema FIERGS é uma ótima ferramenta para promover a educação e a capacitação de seus colaboradores.

Possibilite a aprendizagem de um novo idioma

Por fim, é importante citarmos a aprendizagem de um novo idioma como um dos pontos relevantes para que um profissional da Indústria 4.0 esteja devidamente habilitado a atuar no setor.

Afinal, por enquanto a maioria das atualizações que a Indústria 4.0 recebe é proveniente de empresas e especialistas de outras nacionalidades. Dito isso, o colaborador precisa ter ao menos um segundo idioma — preferencialmente o inglês — para se manter atualizado na área.

Como você pôde conferir neste artigo, a capacitação de funcionários para a Indústria 4.0 é um processo que exige que os gestores acompanhem as mudanças no mercado e a evolução tecnológica no setor industrial.

Além disso, é importante implementar na empresa programas que renovem os conhecimentos e as habilidades dos colaboradores em relação a áreas como automação, mecânica, elétrica, Tecnologia da Informação, entre outras.

Gostou de aprender a trabalhar na capacitação de funcionários visando a Indústria 4.0? Conhece alguém que se interessaria pelo assunto? Então não deixe de compartilhar este conteúdo com seus contatos nas redes sociais!

Powered by Rock Convert
Banner Sesi Viva MaisPowered by Rock Convert