mulher demonstrando sentir ansiedade, depressão, preocupação
Fatores Psicossociais

Ansiedade: como identificar sintomas e evitar este estado emocional

Tempo de leitura: 4 min

Quem nunca sentiu um “frio na barriga” diante de um novo trabalho, apresentação ou prova importante? Se você já passou por algo similar, então vivenciou momentos de ansiedade.
Este é um estado emocional comum, mas pode se transformar em algo prejudicial. Neste conteúdo, vamos apresentar os sintomas da ansiedade, explicar quando ela se torna um problema e o que podemos fazer para evitá-la. Acompanhe!

Afinal, o que é ansiedade?

A ansiedade é um estado emocional comum que as pessoas experimentam em algum momento da vida. Ela ocorre quando estamos diante de situações de expectativa. Esperar por uma resposta ou definição, tomar uma decisão importante e se submeter a procedimentos médicos como cirurgias e exames são exemplos.
Mas ela se transforma em algo prejudicial quando passa a ocorrer de forma excessiva e persistente, causando algum tipo de interferência nas atividades diárias, além de problemas físicos e psicológicos. Nesse caso, podemos entender que a pessoa desenvolveu um distúrbio de ansiedade.
Segundo dados da OMS (2017), o Brasil tem a maior taxa de distúrbios de ansiedade do mundo, com 9,3% dos brasileiros convivendo com este estado emocional em um nível patológico.

Sintomas físicos e psicológicos

Os sintomas da ansiedade podem ser físicos e psicológicos. No entanto, é importante salientar que apenas um ou dois sintomas não bastam para caracterizar um distúrbio. São necessários no mínimo quatro, e o diagnóstico deve ser feito por um profissional qualificado (psiquiatra ou psicólogo). Confira quais são:

Físicos:

  • Batimento cardíaco acelerado;
  • Respiração ofegante ou falta de ar;
  • Aumento do suor;
  • Tremores nas mãos ou outras partes do corpo;
  • Sensação de fraqueza ou cansaço;
  • Boca seca;
  • Mãos e pés frios ou suados;
  • Tensão muscular;
  • Dor de barriga ou diarreia.

 

Psicológicos:

  • Constante tensão ou nervosismo;
  • Sensação de que algo ruim vai acontecer;
  • Problemas de concentração;
  • Descontrole sobre os pensamentos;
  • Preocupação exagerada em comparação com a realidade;
  • Problemas para dormir;

 

Qual é a causa dos distúrbios de ansiedade?

Os distúrbios de ansiedade podem estar relacionados a vários fatores, como histórico familiar, causas químicas (medicamentos), ambientais (situações em casa ou no trabalho) e psicológicas.
No contexto profissional, cada vez mais vivenciamos situações de ansiedade em seus vários níveis, pois as exigências são cada vez maiores. Mudanças organizacionais, prazos apertados, contexto econômico, político e social, estratégias organizacionais, entre outras, são situações que fazem as pessoas se sentirem pressionadas.
Além das exigências mais gerais, as condições de trabalho e a organização da atividade laboral, que podemos entender como os fatores psicossociais, influenciam consideravelmente no nível de ansiedade do trabalhador.

Dicas para controlar a ansiedade o estresse

Como você pode ver, situações de ansiedade e estresse estão sempre presentes em nossa vida. Precisamos aprender a lidar com elas. Vamos ver algumas dicas?

Exercitar o autoconhecimento

conhecer a si mesmo é conhecer seus próprios sentimentos, como medo, angústia, raiva, tristeza, alegria e bom humor. Além disso, é saber o quanto essas emoções interferem ou auxiliam nas relações com as outras pessoas.

Praticar atividades físicas

praticar atividades físicas ajuda a lidar com estados de ansiedade, porque eleva a produção de endorfina e serotonina, substâncias que aumentam o bom humor e a sensação de prazer.

Manter uma alimentação saudável

alguns alimentos auxiliam no controle da ansiedade e estresse e aumentam a sensação de bem-estar. Insira no seu dia a dia peixes, frutas cítricas, chás (camomila, erva-cidreira, maracujá) e vegetais folhosos (espinafre e brócolis). Fique distante do excesso de sal, gorduras e açúcar. Além disso, tente tornar o momento das refeições algo prazeroso e tranquilo.

Recuperar as energias

o sono é importante para descansar física e mentalmente e para manter o equilíbrio de nosso organismo.

Manter relacionamentos saudáveis no trabalho

invista em uma comunicação sem ruídos, mantenha o ambiente de trabalho organizado, valorize os colegas e procure ser um profissional positivo.

Gostou das nossas sugestões? A ansiedade é um assunto sério e o acompanhamento de um profissional da área é sempre bem-vindo. Saiba mais sobre a Assessoria Psicossocial SESI-RS clicando aqui.